segunda-feira, 15 de novembro de 2010

Fome

Sinto uma fome que não sacia com pão
e o vinho não mata mais a minha sede,
sinto fome e sede de paixão...

Paulo Alvarenga

2 comentários:

  1. Essa fome consome os corações dos poetas, Paulo... E inspira muitooo!
    Bjs em seu coração, nobre amigo!

    ResponderExcluir